sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

VALORIZANDO O QUE É NOSSO - LITERATURA PARAENSE ! O melhor da Literatura Brasileira produzida no Pará!!

Salomão Larêdo, escritor e jornalista

Retiramos da revista "Beira do Rio", da UFPA, alguns excertos da interessante matéria com o prof. dr. Gunter Karl Pressler, feita pelo jornalista Walter Pinto, que a revista publicou e que vale a pena ser lida e meditada, pois o prof. Gunter faz pertinentes colocações e afirmativas a respeito da Literatura Paraense. Parabéns ao Walter e a revista e certamente o prof. Gunter teria, neste tema, muito mais a dizer que merecia uma revista inteira, pois precisamos discutir nossa literatura e valorizar o que é nosso ( Salomão Larêdo).








Um comentário:

Valden Pessoa disse...

"Dalcídio Jurandir é um autor canonizado no Pará, mas continua sendo pouco lido". De quem é a culpa? Dos herdeiros que não disponibilizam a obra para o grande público? Do poder público que não apoia a iniciativa literária? Analisemos... Do governo não devemos esperamos nada, então resta apenas os herdeiros descruzarem os braços, meter a cara e publicar... Esperar que a obra grandiosa de Dalcídio Jurandir (totalmente desconhecida da juventude atual) seja requisitada por uma grande editora (acho que é isso que os herdeiros esperam...), então é bom esperar sentados, pois isso dificilmente acontecerá. Por isso, é melhor entregar a obra para pequenas editoras ou fazer a publicação das edições com financiamento privado... Agora seguindo uma publicação cronológica e não aleatórias como fez a UFPa, publicando primeiro Belém do Grão Pará e Depois Marajó. Na sequência: Chove nos Campos de Cachoeira até Ribanceira. Fico muito triste em saber que a obra de Dalcídio se perde no mar de esquecimento enquanto alguns pensam apenas em lucro... Ganhar dinheiro com a Literatura Paraense com a indústria livreira que temos(?) no Pará, é brincadeira...