sexta-feira, 7 de junho de 2013

SITUAÇÃO SERÍSSIMA: MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI MAL CUIDADO? DESLEIXO, DESMOTIVAÇÃO OU FALTA DE RECURSOS?

Salomão Larêdo, escritor e jornalista
  

Há algum tempo, ao entrar no parque zoobotânico do Museu Paraense Emilio Goeldi, centro de Belém, que eu amo tanto e gosto de ir  e estar lá e tenho tantos amigos e competentes amigos, lá, a sensação que tenho é de local carente de atenções, verbas, cuidados na preservação, construções de prédios intermináveis, reformas necessárias em ambientes – auditório – biblioteca – por fazer, de tal maneira que concordo com este comentário que saiu no jornal. As fotos que fiz, são recentes mas as construções, se arrastam e não ficam prontas.




O Museu Goeldi – na área do parque citado - , já foi mais ativo, mais dinâmico e parece que o recurso humano, era mais motivado, mais estimulado, apoiado, até por perceber salário, digamos, mais significativo. Quero deixar claro, que o pessoal que trabalha no Goeldi, é gente competente e trabalhadora, a questão, penso eu, é de recursos financeiros pequenos, acanhados, para tanta carência e necessidade. Parece que a desatenção do governo federal para com o MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI, começou logo após a saída da dra. Adélia Engrácia. Pode entrar o mais competente dos administradores, mas se não houver verba, parceria a derrocada pode continuar. Aliás, o museu externamente demonstra isso, nunca mais se pintou o muro e a área de entrada, é feia, acanhada e precisa ser ampliada e modernizada.   

Ajudemos ao Museu Goeldi, é paraense, é nosso e é uma instituição que merece todo o nosso carinho.

 Aquário Jacques Huber



2 comentários:

Cintia Costa disse...

É muito triste constatar que esse tesouro não receba recursos suficientes para se manter adequadamente... :-(

Anônimo disse...

nao acho que um pouco de sujeira seja sinal de abandono e pintar muros entao acho desnecesario